: (11) 9.4919-5214 | 9.8524-8886

: Clique aqui e saiba como fazer parte de Nossa Equipe
 
Artigos
 

Um estudo sobre a relação dos corredores de rua com a marca de seu tênis de corrida

Fonte: RAM, REV. ADM. MACKENZIE, Vol. 14, Nº 5 – Set/Out, 2013

Este estudo apresenta contribuição à literatura de marketing ao procurar compreender se as pessoas que desenvolvem maiores níveis de autoconexão com a marca apresentam estruturas de metas diferenciadas daquelas que mostram níveis menores, associando dessa forma duas importantes teorias da área de comportamento do consumidor: metas de consumo e autoconexão com marcas.

ler mais...

Análise cinemática comparativa da fase de apoio da corrida em adultos e idosos

Fonte: FISIOTERAPIA E PESQUISA, 2008; 15(1)

A preocupação com a qualidade de vida tem levado ao aumento do interesse por atividades físicas pelos idosos. A corrida de rua é uma das atividades que obteve maior número de adeptos dessa faixa etária. Os movimentos excessivos da região do tornozelo têm sido associados às lesões musculoesqueléticas em corredores. Os achados da literatura sugerem que idosos são mais susceptíveis às lesões relacionadas à corrida do que adultos. Contudo, ainda é desconhecido se as alterações teciduais trazidas pelo envelhecimento realmente contribuem para esses resultados.

ler mais...

Lesões desportivas e cutâneas em adeptos de corrida de rua

Fonte: Rev. Bras. Med. Esporte – Vol. 20, Nº 4 – Jul/Ago, 2014

A corrida de rua é uma modalidade em expansão e tem sido utilizada como lazer, esporte ou prática competitiva. Objetivo: Verificar frequência de lesões desportivas e cutâneas em atletas de corrida de rua. Material e métodos: Estudo transversal de 220 atletas de corrida de rua com questionário e observação clínica. Análise pelos testes t, Mann-Whitney, Qui-quadrado e correlação de Spearman. Resultados: Predominaram atletas do sexo masculino, adultos, praticantes de corrida de longa distância, que treinam em média 45 a 60 minutos com frequência de 2 e 3 vezes por semana e têm participação variável em competições.

ler mais...

Perfis motivacionais de corredores de rua com diferentes tempos de prática

Fonte: Rev. Bras. Ciênc. Esporte, 2015; 37(1):65-73

O objetivo desta pesquisa é testar se existem diferenc¸as no perfil motivacional de dois grupos de corredores de rua, com diferentes tempos de prática: grupo Adesão (até um ano de prática) e grupo Permanência (mais que um ano de prática). Para tanto, 62 praticantes de ambos os sexos e com idades entre 18 e 68 anos responderam ao Inventário de Motivos para a Prática Regular de Atividades Físicas ou Esportivas (IMPRAFE-132). Os resultados indicam que as dimensões mais motivadoras são as mesmas (Saúde, Prazer e Controle de Estresse), independente do tempo de prática, respeitando a mesma ordem.

ler mais...

Prevalência de dor músculo esquelética em corredores de rua no momento em que precedeo início da corrida

Fonte: Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, Vol. 33, Nº 2, p. 475-482 - Abr/Jun, 2011

A participação em corridas de rua vem aumentando significativamente nos últimos anos, motivada pelos benefícios a saúde, fácil execução e baixo custo. Os objetivos desse estudo foram: analisar a prevalência de dor musculoesquelética em corredores de rua no momento em que precede o início da prova, além de discutir alguns fatores etiológicos relacionados à prática da corrida.

ler mais...